“AMO NADAR” DEPOIMENTOS

  • Junho 06

    Eles querem ser campeões mundiais!

    Stephan Alexander de Freitas Sdeverink, 11 anos – “Quando eu crescer mais ainda, quero ser nadador. Quero ser campeão mundial… Eu nado há três anos e amo nadar.”

    Théo Ramos Beraldi, 11 anos – “Eu nado desde pequeno, desde que eu tinha um ano. Eu também quero ser nadador quando eu crescer e ser campeão do mundo.”

    Gabriel Felipe Almeida dos Santos, 11 anos – “Eu nado desde os 7 anos e quero ser igual ao Cesar Cielo. Eu vi o Cesar Cielo saindo do clube quando eu fui na minha primeira competição com o Luís e eu tinha 7 anos. Hoje, a gente encontra com ele aqui.”

    Alan Nicholas Nazaré, 11 anos – “Quando eu era menor ficava sempre doente, tinha de fazer inalação, era ruim… Meu pai me trouxe para nadar, fiz o teste e não sai mais. Eu gosto de estar aqui, nadando com todo mundo, vendo o Cielo… É bom para a gente perder o medo de ir mal, de não se sentir bem.”

  • Ago 15

    Quando estou na água não penso em mais nada / Luisa Shida, 10 anos

    “Eu comecei a nadar com 9 meses. Eu nadava na minha escola, o Colégio Franciscano Nossa Senhora Aparecida, na Academia Celfran. Meu irmão nadava também. Eu amo nadar. Gosto da atividade, gosto da competitividade. Quando estou na água não penso em mais nada, só em nadar.”

    (Foto: Osvaldo F./Contrapé)

  • Ago 15

    Via na TV, quis aprender; gosto de nadar / João Victor Borges, 13 anos

    “Comecei numa academia perto de casa, na Móoca. Eu gosto de nadar, via na TV, quis aprender e fui para a academia porque meus pais Marcos e Cláudia me levaram. Gosto de esportes, gosto de velocidade. Admiro o Cielo e o Phelps. No Vinculados (2014), ganhei prata nos 100 m peito e outro no revezamento medley – nadei borbo.”

    (Foto: Osvaldo F./Contrapé)

  • Ago 15

    Em casa todo mundo gosta de esporte / Kauã Marquart Mota, 9 anos

    “Meu pai Sérgio era coordenador na SEME e trabalhava no Corinthians. Comecei a nadar com um ano. Sempre gostei de esportes – vôlei, tênis, natação. E fiquei feliz por ganhar ouro nos 50 m peito no Circuito Mirim e prata nos 50 m livre.”

    (Foto: Osvaldo F./Contrapé)

  • Jun 9

    Tudo começou num Dia do Amigo‏ / Yasmin Lopes, 11 anos

    Tenho 11 anos e comecei a nadar com 2. Teve um dia do amigo no lugar onde ela nadava e ela me chamou. Eu fui. Nem sabia nadar, mas continuei e hoje eu adoro. Antes eu nadava e meus óculos caiam, agora eles não caem mais, então me sinto melhor. Gosto mais de nadar o estilo livre e o peito. Já ganhei medalha no Circuito Mirim (2013) e no Paulista Petiz (2014).

    (Foto: Divulgação)

  • Jun 9

    Pai tratileta, nado desde os 2 anos‏ / Frederico Bianchi, 11 anos

    “Eu comecei com 2 anos na Academia Acqua Sport. Eu não me lembro muito bem, mas meu pai é atleta de triatlo, então ele que me levou para a aula. Depois fui convidado para nadar no Centro Olímpico. Estou gostando, meus amigos são legais, os professores também e a piscina é gostosa. Eu já ganhei medalha no Circuito Mirim (2013), no Paulista Petiz (2014) e em competições na minha escola. Adoro natação e quero continuar.”

    (Foto: Divulgação)

  • Abr 2

    Adoro disputas / Jordana Zancaneli, 10 anos

    “Aprendi a nadar no Domus Sapientiae, colégio daqui de São Paulo, e em outubro de 2012 vim para o Centro Olímpico para nadar e participar de competições. Já disputei provas, no estilo costas e livre, no Circuito Mirim, no Paineiras, e adorei.”

    (Foto: Osvaldo F./Contrapé)

  • Tenho amigos e os treinos são legais / Mari, 11 anos

    “Eu nado desde os 8 anos. Comecei numa academia em Caieiras. Eu venho de lá para treinar no Centro Olímpico desde 2011. Ganhei duas medalhas de bronze, nos 100 m costas e livre, no Paulista de Inverno, como petiz 2 e fiquei em 5º nos 200 m medley. Eu gosto de nadar, sempre que saio da piscina me sinto bem. Tenho amigos e os treinos são legais. Acho que melhorei desde que cheguei. Sou aluna do Rodrigo (professor Rodrigo Fernandes de Mello).”

  • Mar 19

    A molecada fica louca com o Cielo / Maike Alan Cruz, 18 anos

    “Eu nado no Centro Olímpico desde 2007, nos 200 m peito e nos 400 m medley. A chegada dos Novos Cielos vai agregar muito. Competir é bem importante, um incentivo. Sem isso, não é natação. A molecada fica louca quando vê o Cielo chegar aqui na piscina. Não é para menos, olha o cara quem é: campeão olímpico, mundial, recordista. É bom ter referências assim.”

    (Foto: Osvaldo F./Contrapé)

  • Não fico mais doente / Alan Nicolas Nazaré, 8 anos

    “Aprendi a nadar no Agito, em Itaquera. Quando eu não nadava, vivia doente e agora parou. Fico bem, não fico mais doente. Gosto de nadar.”

Copyright Instituto Cesar Cielo 2013. Todos os direitos reservados.