NOVOS CIELOS TERMINAM O ANO III COM PRIMEIRA CONVOCAÇÃO PARA MUNDIAL

 núcleo da natação de São Paulo reuniu 135 atletas, foi ao Sul-Americano e Mundial Escolar e recebeu convocação para o Mundial Júnior, um balanço positivo para a etapa

A maturidade atingida no ano III do Novos Cielos, desenvolvido no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP) – uma parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Ministério do Esporte, pela Lei de Incentivo ao Esporte – é o destaque no balanço de mais uma etapa finalizada.

“A estrutura do treino melhorou e os nossos resultados nas competições foram mantidos. Esse terceiro ano solidifica um projeto iniciado em 2012/2013. O bom número de atletas, a qualidade dos treinos em todas as categorias, bem como dos resultados foram mantidos. Essa parceria entre o Centro Olímpico e o Instituto Cesar Cielo vem sendo fundamental. Estamos virando um polo da natação. O pessoal vem para cá porque sabe que pode colher bons frutos ou então permanecem, pelo foco e a confiança em relação aos técnicos de cada categoria, aos resultados”, resume Luiz Fernandes Barbosa, responsável técnico do projeto e da natação no COTP.

Exames de avaliação corporal feito pelo Laboratório de Fisiologia do Exercício, da Universidade Federal de São Paulo, em nadadores do Novos Cielos deram o tom para como seriam os treinos do ano 3. Foi possível melhorar os treinamentos a partir de uma avaliação científica.

Kayky Marquart Mota (896x490)A atuação de Kayky Marquart Mota, de 18 anos, que está no projeto desde o início, foi o destaque individual do ano 3. No Sul-Americano Juvenil de Cali, na Colômbia, conquistou as medalhas de prata nos 400 m medley (4m40s09) e nos 200 m medley (2m08s49). Foi à final B dos 400 m medley do Troféu Maria Lenk, em maio (2017), e fez sua melhor marca pessoal – 4m30s54. Kayky foi convocado para o 6º Mundial Junior de Natação, que será em Indianápolis (EUA), de 23 a 28 de agosto. A seleção Júnior foi convocada pelo critério de índice técnico feito pelos atletas nas seletivas, o torneio Open e o Troféu Maria Lenk.

O período ainda teve a participação das equipes Infantil, Juvenil e Júnior no Torneio Regional, na Unisanta, em Santos, e das equipes Petiz e Infantil no Regional, no Corinthians, em São Paulo. Também teve destaque a presença de Natália Amano no Mundial Escolar de Natação de Budapeste, Hungria, em abril (manteve as suas melhores marcas, foi a duas finais, nos 50 m costas e nos 100 m costas, ficando em 8º nas duas provas)

O núcleo do Novos Cielos desenvolvido em parceria com o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP) tem planos de seguir com a evolução técnica e os resultados em todas as categorias no quarto ano do projeto.

O Novos Cielos/Centro Olímpico, projeto aprovado pela Lei de Incentivo ao Esporte, em parceria com Prefeitura de São Paulo, teve apoio, em seu ano 3 da ab Concessões, hth, SporTV e Mattos Filho. A Atlas Schindler está chegando para a quarta temporada.

 

Osvaldo F./Contrapé