Rua General Câmara 1136 | CEP 13450-029
19 3629-0916
flcielo@hotmail.com | fer.cielo@hotmail.com

Pesquisa aponta que vírus da covid não sobrevive na água com cloro

Incentivo à prática e ao desenvolvimento da natação Brasileira

Pesquisa aponta que vírus da covid não sobrevive na água com cloro

Um estudo de virologistas do Imperial College London, na Inglaterra, revelou que o vírus Covid-19 é inativado em apenas 30 segundos na água de piscina tratada com cloro. A notícia, publicada originalmente no portal Swimming.org, chega justamente numa semana de flexibilização do lockdown, onde é autorizada a reabertura de piscinas no Reino Unido.

Segundo a pesquisa, 1,5 mg por litro de cloro livre com um pH entre 7-7,2 reduziu a infectividade do vírus em mais de 1000 vezes em 30 segundos. Testes adicionais de diferentes faixas de cloro livre e pH confirmaram que o cloro na água da piscina foi mais eficaz com um pH mais baixo.

“Ao misturar o vírus com a água da piscina pudemos mostrar que o vírus não sobrevive na água da piscina: não era mais infeccioso. Isso, juntamente com o fator de diluição do vírus que pode chegar à piscina vindo de uma pessoa infectada, sugere que a chance de contrair Covid-19 com a água da piscina é insignificante”, explica Wendy Barclay, professora e virologista da universidade.

Apesar de ainda não terem sido publicados numa revista científica e precisarem ser revisados por outros especialistas para ser validada, os resultados desta pesquisa são bastante animadores e sugerem mais uma vez que a natação é uma das atividades esportivas mais seguras durante a pandemia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content
This Website is committed to ensuring digital accessibility for people with disabilitiesWe are continually improving the user experience for everyone, and applying the relevant accessibility standards.
Conformance status